Breaking Circus “Discografia” (1985-1989)

Publicado: 13 de fevereiro de 2013 em New-Wave, Noise Rock, Post-Punk
Tags:,

Home Of The Brave “Single” (1989)

R-2774825-1300463387

1. Home of The Brave 3.14
2. Warhead 4.15

Download

Smokers’ Paradise “EP” (1987)

R-1019432-1287236783

01. Smokers’ Paradise 2.44
02. Three Cool Cats 2.55
03. ShockHammer Thirteen 4.17
04. Emperor Calvin 2.05
05. Medicine Lake 4.53
06. Eat Lead 3.09

Download

The Ice Machine “LP” (1986)

Digital StillCamera

01. Song Of The South 2.27
02. Ancient Axes 2.27
03. Daylight 3.13
04. Baskets And Clocks 3.41
05. Deadly China Doll 3.37
06. Laid So Low 3.23
07. Took A Hammering 2.54
08. Walter 2.35
09. Silver Blood 1.51
10. Where 2.46
11. Gun Shy 2.34
12. Evil Last Night 3.05

Download

The Very Long Fuse “EP” (1985)

front

01. Precision 1.38
02. (Knife In The) Marathon 2.59
03. Lady In The Lake 2.29
04. Soul Of Japan 2.19
05. The Imperial Clawmasters’ Theme 1.31
06. Monster’s Sanctuary 2.22
07. Christian Soldiers 3.15
08. Morning 2.16

Download

Formada por Steve Björklund, veterano da cena punk 80’s de Chicago e ex-membro das bandas Strike Under e Terminal Beach, o Breaking Circus nasceu em 1984 na cidade natal de Björklund, vindo a mudar sua sede algum tempo mais tarde para Minneapolis.

Com a sonoridade baseada em uma fusão direta que aborda tanto o lado mais barulhento quanto algumas levadas mais pop e simples encontradas nos gêneros post-punk, noise-rock e new wave o Breaking Circus rendeu comparações aos conterrâneos da banda Big Black, devido ao uso de um Roland TR-606 apesar de maior acessibilidade em suas composições.

Além do já citado Steve Björklund, a banda também contava com o baixista do Rifle Sport, Peter Conway (aka Flour), Phil Harder e Todd Trainer, que mais tarde viria a se juntar ao Shellac. Sua curta discografia é composta pelos Eps “The Very Long Fuse”, de 1985 e “Smokers’ Paradise”, de 1987, o único full-lenght lançado em 1986 intitulado “The Ice Machine” e pelo single “Home of The Brave, último registro e lançado em 1989. Grandes e raríssimos registros.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s