VA “A Young Person’s Guide to the Avant-Garde” (2013)

Publicado: 23 de agosto de 2013 em Avant-garde, Compilation, Electronica, Experimental
Tags:,

Avant-Garde

Disc 1:

1. Erik Satie Vexations (1893)
2. Leo Ornstein Suicide in an Airplane (1913)
3. Luigi Russolo Risveglio di una città (1913)
4. Balilla Pratella L’Aviatore Dro (1915)
5. Antonio Russolo Corale (1924)
6. F.T. Marinetti La Battaglia di Adrianopoli (1924)
7. Franco Casavola Dance of the Monkeys (1925)
8. George Antheil Mechanisms (1923)
9. Marcel Duchamp Musical Erratum (1913)
10. Francis Poulenc Mouvements perpétuels (1918)
11. Ribemont-Dessaignes Pas de la chicorée frisée (1920)
12. Francis Picabia La nourrice américaine (1920)
13. Jean Cocteau La Toison d’Or (1929)
14. Kurt Schwitters Die Sonata in Urlauten (1932)
15. Robert Desnos Description of a Dream (1938)

Disc 2:

1. Charles Ives The Unanswered Question (1906)
2. Arnold Schoenberg Sechs kleine klavierstücke (1911)
3. Igor Stravinsky The Rite of Spring (extract) (1913)
4. Josef Matthias Hauer Tanz Op. 10 (1915)
5. Arthur Honegger Pacific 231 (1923)
6. Alexander Mosolov Iron Foundry (1927)
7. Henry Cowell The Aeolian Harp (1923)
8. John Cage 4’33” (1952)
9. Karlheinz Stockhausen Gesang der Jünglinge (1956)
10. Edgard Varèse Poème électronique (1958)
11. György Ligeti Atmosphères (1961)

Download ⁄ Buy ⁄ LTM Recordings 

Por Al Schenkel

A Young Person’s Guide to the Avant-Garde é uma compilação idealizada pela LTM Recordings que no alto de seus 145 minutos tem como foco apresentar para as gerações mais jovens um pouco da história da música de vanguarda do século XX.

Através de 26 faixas e um livreto de notas, o selo propicia uma aula ampla de idéias iniciais e influentes sobre música experimental que vão desde o minimalismo radical de Erik Satie à poesia sonora de Kurt Schwitters; dos sons históricos da intonarumori de Luigi Russolo e do Poeme Electronique de Edgard Varese aos experimentos de Karlheinz Stockhausen nos potenciais possibilidades de composição de música eletrônica e do gesto memorável de John Cage, em ‘4 ’33 ‘”

A Young Person’s Guide to the Avant-Garde, antes de uma mera coletânea aos olhos e ouvidos leigos, trata-se de um panorama magistral traçado de forma fragmentada sobre alguns dos maiores gênios da música mundial, refletindo através de suas peças escolhidas algumas das obras mais importantes já realizadas e tidas verdadeiramente como marcos da música eletrônica, experimental, dadaísta e futurista da história. Altamente recomendado!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s