Arquivo da categoria ‘Noise Rock’

diehaut-b5f2

01 Stow-A-Way 7:14
02 Tokyo Express 2:57
03 Truck Love 3:51
04 The Victory 3:43
05 Pleasure Is The Boss 3:50
06 Dumb Europe 6:30
07 This Flame Will Never Die 1:18

Torrent

Por Al Schenkel

Burnin’ The Ice, lançado em 1983 via Paradoxx Records foi o primeiro disco cheio da banda de post-punk/rock-experimental Die Haut (A Pele). Formada inicialmente como um quarteto e mantida em grande parte como instrumental, a banda traria algumas participações vocais ilustríssimas em alguns de seus registros, como Lydia Lunch, Anita Lane, Debbie Harry, Mick Harvey, Jeffrey Lee Pierce, Blixa Bargeld, Alexander Hacke, Arto Lindsay, Kim Gordon, Cristina Martinez, Laurie Tomin e Alan Vega entre outros.

Em Burnin’ The Ice, quem assina a autoria de quatro das sete faixas e empresta a voz para as mesmas é Nick Cave, personalidade esta que dispensa maiores formalidades e apresentações. Gravado seis meses antes da ruptura do The Birthday Party, Cave também foi responsável pela mixagem do álbum. E como de praxe, a intensidade habitual de Cave acentua e dá maior vazão a verve experimental e angular ao lado de Christoph Dreher (único membro constante) e seus asseclas nesta obra magnífica, obscura e injustamente esquecida no tempo. 9/10

Anúncios

FANGE “Poisse” 2014)

Publicado: 23 de abril de 2014 em Noise Rock, Sludge
Tags:, ,


fange

1.Grêle Molle 04:06
2.Cloches Fendues 04:52
3.Ammoniac 04:46
4.Suaire 08:07
5…. 02:15
6.Lucifour 05:46

Download / Buy / Facebook

Por Al Schenkel

Poisse é o primeiro rebento do trio de sludge metal/noise rock francês, FANGE. Lançado em 14 de abril deste ano via Cold Dark Matter Records, o EP de estréia conta com seis faixas e destila influências entre outros de nomes como Melvins, Eyehategod, Crowbar e NIHILIST/ENTOMBED.

O trio surgiu no final de 2013, em Rennes, capital administrativa da região da Bretanha e conta em sua formação com Baptiste Gautier-Lorenzo (bateria), Benjamin Moreau (guitarra) e Jean-Baptiste Lévêque (barulhos e vocal). Fange, em francês significa lama, e como descrito no bandcamp oficial da banda, sua sonoridade é uma experiência suja, massiva e ruidosa, e nada poderia simplificar e ser tão certeiro quanto à proposta sugerida em sua música: este reduto de distorções, feedbacks e crueza em uma estréia completamente corrosiva e desnorteante. 

burnt-skull-sewer-birth_vice_670

01.Harm 2:05
02.No Eyes 2:40
03.Chain Mask 3:24
04.God Hole 1:54
05.Lords Prayer Underwater 1:15
06.Sewer Birth 3:17
07.Abduction (Lost Underground) 1:52
08.No Cross 1:34
09.Infinite Flesh 2:55
10.House of Suffering 3:01

Download / Buy / Facebook

Por Al Schenkel

Sewer Birth é o álbum de estréia do Burnt Skull, duo de noise-rock formado em Austin por Dustin Pilkington (programação, vocais, guitarra) e Anthony Davis (programação, bateria).

Com letras bizarras e sonoridade caótica, o duo entrega em seu primeiro registro − lançado em 19 de janeiro deste ano − 10 faixas que exalam extrema brutalidade e dissonância, trazendo referências também a gêneros como hardcore, sludge e industrial a esta máquina texana de fazer ruídos.

 

guerilla toss

1.Cash Now 07:17
2.Scary Monster 04:32
3.Drip Decay 04:29
4.Judy Wants Sex on the News 05:30
5.Diluted Fetus Circuit Tycoon 07:28
6.Liz Tattoo 05:09

Download / Facebook / Site / Buy

Junte pitadas de Brainiac, Ponytail, Primus, Melt-Banana e AIDS Wolf  e teremos o Guerilla Toss, banda de Boston que em 21 de maio deste ano lançou seu primeiro full-lenght, um disco de seis faixas auto-intitulado e disponibilizado via Tzadik, selo do mestre John Zorn.

A atmosfera que ronda o disco é completamente caótica e urgente, baseada em improvisações, noise e assinaturas de tempo irregulares guiados pelos vocais ensandecidos de Kassie Carlson. E conforme alguns relatos em blogs de pessoas que tiveram o privilégio de assistir a banda ao vivo, a sensação é de estar presente em um carnaval totalmente esquizofrênico, non-sense e atonal.

Completam a formação além de Kassie, Ian Kovac – sintetizador, Peter Negroponte – bateria, Simon Hanes – baixo e Arian Shafiee – guitarra.

a0924694453_10

01.God Arms the Patriot 02:04
02.Wound Instructions 02:40
03.Milk from Treason 02:48
04.Stringer 03:59
05.Replace Me with Fire 09:09
06.Bruxism 01:26
07.A Parade of Horribles 04:00
08.The Forgiveness Machine 10:56

Facebook / Download

Por Al Schenkel

Oriundos da eterna meca do grunge nos anos 90, Seattle, mas sem emular a sonoridade que popularizou a cidade, o trio de post-hardcore/math/noise/sludge, Great Falls, chega pela primeira vez ao blog para chutar traseiros e estourar tímpanos através de seu mais recente registro. O disco de oito canções lançado em 30 de setembro deste ano via Hell Comes Home Records, chama-se Accidents Grotesque e sucede o até então por mim desconhecido álbum Fonatanelle, de 2011.

Formada por Demian Johnston (Hemingway, Kiss It Goodbye, Playing Enemy), Shane Mehling (Playing Enemy) e Phil Petrocelli (Jesu, Black Noise Cannon), a banda entrega-nos em Accidents Grotesque um trabalho altamente cáustico, intenso, agressivo e dissonante, seguindo a mesma linhagem de bandas contemporâneas como Narrows e KEN Mode, além de carregar também semelhanças aos outros projetos citados aos quais o trio já integrou/integra.

Accidents Grotesque pode ser baixado através da página oficial da Hell Comes Home Records via bancamp e também adquirido em LP em uma edição limitada juntamente com uma t-shirt da banda. O álbum foi produzido por Jeff McNulty, sendo mixado e editado por Phil Petrocelli e masterizado por James Plotkin. A arte é assinada por Demian Johnston.

Rowland S. Howard – Pop Crimes (2009)

712Lqzn01EL._SL1073_

01.(I Know) A Girl Called Jonny 3:51
02.Shut Me Down 4:21
03.Life’s What You Make It 6:43
04.Pop Crimes 7:23
05.Nothin’ 3:51
06.Wayward Man 3:43
07.Avé Maria 4:00
08.The Golden Age Of Bloodshed 4:31

Download

The Fall – The Unutterable (2000)

The_Unutterable

01.Cyber Insekt 3:19
02.Two Librans 3:57
03.W.B 3:30
04.Sons of Temperance 3:47
05.Dr Bucks’ Letter 5:19
06.Hot Runes 2:18
07.Way Round 3:21
08.Octo Realm/Ketamine Sun 5:36
09.Serum 4:56
10.Unutterable 1:05
11.Pumpkin Soup and Mashed Potatoes 2:54
12.Hands Up Billy 2:47
13.Midwatch 1953 5:32
14.Devolute 4:36
15.Das Katerer 2:42

Download

Lightning Bolt – Ride the Skies (2001)

R-355992-1285585372

01.Forcefield 4:01
02.Saint Jacques 4:13
03.13 Monsters 2:48
04.Ride The Sky 4:27
05.The Faire Folk 6:16
06.Into The Mist 2 3:21
07.Wee Ones Parade 5:18
08.Rotator 5:08

Download

Om – Conference of Birds (2006)

1340828712_om-cd

01.At Giza 15:55
02.Flight Of The Eagle 17:27

Download

Greymachine – Disconnected (2009)

R-1882287-1249901814

01.Wolf At The Door 8:08
02.Vultures Descend 9:38
03.When Attention Just Isn’t Enough 6:42
04.Wasted 8:44
05.We Are All Fucking Liars 8:35
06.Just Breathing 5:09
07.Sweatshop 6:56
08.Easy Pickings 8:35

Download

Bourbon Princess – Dark of Days (2007)

bourbonprincessdarkofdays

01.Still Asleep 4:49
02.The Waiting Noon 4:19
03.Blue Kitchen 4:26
04.The Hat 5:20
05.Dark of Days 5:24
06.Cliché 5:28
07.Supergirls Complaint 5:07
08.In Between Songs 5:18
09.Master Manipulator 4:04
10.Minor Key 3:24
11.So Much Time 4:30

Download

Kinski – Airs Above Your Station (2003)

8_394_SPCD620

01.Steve’s Basement 9:54
02.Semaphore 6:06
03.Rhode Island Freakout 3:56
04.Schedule For Using Pillows & Beanbags 11:36
05.I Think I Blew It 7:59
06.Your Lights Are (Out Or) Burning Badly 8:43
07.Waves Of Second Guessing 8:22
08.I Think I Blew It (Again) 2:57

Download

Einstürzende Neubauten – Silence Is Sexy (2000)

1339765654_silenceissexy_2011

01.Sabrina 4:39
02.Silence Is sexy 7:00
03.In circles 2:30
04.Newtons Gravitätlichkeit 2:01
05.Zampano 5:40
06.Heaven Is of Honey 3:54
07.Beauty 1:59
08.Die Befindlichkeit des Landes 5:43
09.Sonnenbarke 7:49
10.Musentango 2:13
11.Alles (Ein Stück im alten Stil)4:43
12.Redukt 10:17
13.Dingsaller 5:46
14.Total Eclipse of the Sun 3:52

Download

Pia Fraus – In Solarium (2002)

R-483196-1303364368

01.400 & 57 03:56
02.Right Hand Traffic 02:55
03.How Fast Can You Love 03:14
04.Outskirts of Me 03:49
05.No Need For Sanity 05:15
06.Octobergirl 03:55
07.The End Of Time And Space Like We Used To Know It Is After You Have Finished Your Tea Approximately At 5:07 pm 03:16
08.Bibabo 02:11
09.On You 04:09
10.Zodalovers 03:51

Download

Morphine – The Night (2000)

Morphine

01.The Night 4:48
02.So Many Ways 4:01
03.Souvenir 4:40
04.Top Floor, Bottom Buzzer 5:43
05.Like A Mirror 5:26
06.A Good Woman Is Hard To Find 4:14
07.Rope On Fire 5:36
08.I’m Yours, You’re Mine 3:46
09.The Way We Met2:59
10.Slow Numbers 3:58
11.Take Me With You 4:53

Download

Yo La Tengo – And Then Nothing Turned Itself Inside-Out (2000)

1

01.Everyday 6:31
02.Our Way to Fall 4:18
03.Saturday 4:18
04.Let’s Save Tony Orlando’s House 4:59
05.Last Days of Disco 6:28
06.The Crying of Lot G 4:44
07.You Can Have It All” (Harry Wayne Casey and Richard Finch) 4:36
08.Tears Are in Your Eyes 4:35
09.Cherry Chapstick 6:11
10.From Black to Blue 4:47
11.Madeline 3:36
12.Tired Hippo 4:45
13.Night Falls on Hoboken 17:42

Download

Shellac – 1000 Hurts (2000)

shellac 1000 hurts

01.Prayer to God 2:50
02.Squirrel Song 2:38
03.Mama Gina 5:43
04.QRJ 2:52
05.Ghosts 3:36
06.Song Against Itself 4:13
07.Canaveral 2:38
08.New Number Order 1:39
09.Shoe Song 5:17
10.Watch Song 5:25

Download

Bardo Pond – Dilate (2001)

R-40061-1328103984

01.Two Planes 7:26
02.Sunrise 5:26
03.Inside 11:43
04.Aphasia 6:02
05.Favorite Uncle 5:58
06.Swig 4:22
07.Despite the Roar 7:07
08.LB 8:31
09.Hum 3:43
10.Ganges 11:23

Download

Nina Nastasia – Dogs (2000)

jukebox

01.Dear Rose 1:32
02.Oblivion 2:15
03.Judy’s In The Sandbox 3:15
04.Underground 3:14
05.A Dog’s Life 2:45
06.A Love Song 3:01
07.Stormy Weather 2:59
08.Smiley 2:56
09.Roadkill 1:55
10.Nobody Knew Her 4:25
11.Too Much In Between 2:33
12.Jimmy’s Rose Tattoo 3:30
13.The Long Walk 3:01
14.All Your Life 3:45
15.4 Yrs 2:48

Download

Snowman – The Horse, the Rat and the Swan (2008)

51oDKJs9YML

01.Our Mother (She Remembers) 2:58
02.We Are The Plague 3:27
03.The Gods Of The Upper House 4:04
04.The Blood Of The Swan 3:43
05.Daniel Was A Timebomb 2:37
06.A Re-Birth 3:25
07.She Is Turning Into You 5:36
08.The Horse (Parts 1 and 2) 6:00
09.Diamond Wounds 6:16

Download

a0620457660_10

1.Suburban Roulette 01:26
2.Malvert 03:41
3.Ex-Batts 03:12
4.Travolto 01:10
5.Dmtbrigman 05:34
6.Bad Ronald 02:51
7.Becombs 01:59
8.Lohlands 07:38
9.Golden Needles 05:14
10.Horsehead Bookends 08:33

Download / Site

Por Carlos André

Quttinirpaaq não é somente o nome do segundo maior parque nacional do Canadá, situado numa ilha ao extremo norte do país, quase fronteiriça com a Groelândia. Mas também refere-se a um projeto musical oriundo de Austin, TX, e é desse último que iremos tratar agora. Poucas informações circulam pela web2.0 sobre o background desse grupo ou mesmo de seus integrantes, descobri apenas que o líder do projeto atende por Matt Turner. Sonicamente, Quttinirpaaq se dedica a construir massas sonoras de camadas super densas de fuzz e feedback guiadas por uma percurssão mezzo tribal, mezzo industrial, contando ainda com vocais ocasionais que emitem palavras e sussurros indecifráveis, sempre soterrados em meio a esta lama sonora. Cada peça que compõe o trabalho mais recente, No Visitors, viaja por labirintos obtusos do Krautrock, Drone, Dark Ambient, Sludge, Power Electronics e (ufa) Noise Rock, isso quando a demência não assume proporções ainda maiores e não tomam mais de um caminho simultaneamente. Ainda que essa capacidade de orbitar por caminhos diversos acabe prejudicando um pouco o resultado final do álbum, fazendo-o soar heterogêneo demais para alguns ouvidos, talvez, o que temos aqui é um trabalho magnífico de música torta, delirante e sufocante, algo que certamente vai fazer a festa auditiva para admiradores de gente do calibre de Skullflower, Godflesh, Les rallizes Dénudés, Bordeoms, Ufomammut, Can, dentre outros mestres afins.

8922730

01.Once Again I Hear the Beautiful Vertigo? Luring Us To “Do Something, Somehow”  9.52
02.Who Would Have Thought This Callous History Would Become My Skin 5.33
03.Only the Winding “Why” Expresses Anything Clearly 6.38
04.New Radiance Springing Forth From Inside the Light 9.12
05.Even That Still Here and Unwanted Can You and I Love It? Just Like Us It Was Born Here Too  10.42
06.Now While It’s Still Warm Let Us Pour In All the Mystery 3.30

Download / Buy

Por Al Schenkel

Quando o assunto em pauta é noise, improvisação, jazz fusion, psicodelia e experimentalismo, poucos artistas dão conta do recado com tamanha destreza e qualidade quanto o trio Keiji Haino, Jim O’Rourke e Oren Ambarchi.

Lançado no dia 30 de abril deste ano, Now While It’s Still Warm Let Us Pour In All The Mystery vem a ser o quarto disco da união entre os três músicos, que anteriormente já haviam lançado em parceria os discos Tima Formosa, de 2010, In A Flash Everything Comes Together As One There Is No Need For A Subject, de 2011 e Imikuzushi, de 2012.

Now While It’s Still Warm Let Us Pour In All The Mystery, gravado em janeiro de 2012 no SuperDeluxe, em Tóquio, traz seis peças espectrais resultantes da desenvoltura e sapiência extraídas através das guitarras, flautas e vocais de Haino, do baixo de O’Rourke e da bateria de Ambarchi, além das participações do lendário compositor minimalista Charlemagne Palestine e do cantor/compositor Eiko Ishibashi.

Em tempos onde qualquer disco ou artista meia bomba carrega a tagg de experimental, eis o supra sumo sonoro que exprime a verdadeira essência do termo, em uma fusão que vai do ambient/ethereal alcançado através da execução de copos de vinhos, como podemos observar na faixa de abertura Once Again I Hear the Beautiful Vertigo? Luring Us To “Do Something, Somehow”, ao esporro dissonante e ruidoso exposto na terceira canção do álbum, intitulada Only the Winding “Why” Expresses Anything Clearly.  

Credits
Bass – Jim O’Rourke
Design – Stephen O’Malley
Drums, Mixed By – Oren Ambarchi
Guitar, Flute, Vocals – Keiji Haino
Mastered By, Mixed By – Joe Talia
Photography By [Cover] – Shunichiro Okada
Photography By [Live Photos] – Ujin Matsuo
Producer [Concert] – Mike Kubeck
Recorded By – Masahide Ando

a4132604117_10

1.TIGNOLA 03:36
2.CUORLEONE 02:32
3.DENTRO AL CERCHIO 03:53
4.DON PERIDONE 03:40
5.SOMA 05:40
6.ULTIMI SINTOMI 02:59
7.MERDA NAZIONALE 03:22
8.OMEGA 999 07:23
9.PURA GRAZIA 04:43

Download / Facebook / Buy

Por Al Schenkel

Após cinco anos do lançamento de Juice Of Bimbo, de 2008, o trio de noise-rock Lleroy, composto por Francis Zocca (guitarra, vocais, Monotron), Chiara Antonozzi (baixo, vocais) e Richard Ceccacci (bateria), retorna com seu segundo álbum de estúdio, a paulada catártica e dissonante intitulada Soma.

Vindos de Bologna, na Itália, a banda transita o mesmo universo ruidoso frequentado por bandas como Melvins, Unsane e Cherubs, explorando e transpondo através de suas canções agressividade e guitarras angulares entre alternâncias estruturais e rítmicas pouco óbvias, geralmente associadas ao math-rock. Soma é um chute no traseiro do rock comportado que atinge as massas jovens e acéfalas atualmente, uma ode ao barulho na melhor forma ao qual a união dos gêneros citados poderiam gerar.

 

0000908543_500

01. The Snake & … 2:55
02. … The Stick 3:37
03. S Bar X 4:59
04. Stallkicker 7:44
05. Sweetheart 5:23
06. Sawmill 5:32
07. Skin 5:22
08. Sorry 7:27
09. Shine (Glimmer) 32:37

Download

Por Al Schenkel

Verdadeiro patrimônio das música experimental mundial, o Oxbow nasceu em 1989 em San Francisco, Califórnia após a ruptura da banda de hardcore também californiana Whipping Boy. Contando com os músicos Dan Adams, Greg Davis e Niko Wenner, além do frontman Eugene Robinson — ex-fisiculturista e segurança — o quinteto traz em sua sonoridade uma combinação explosiva de elementos encontrados no noise rock, avant-garde jazz, blues, sludge e post-hardcore.

An Evil Heat, lançado em 2002 pela americana Neurot Recordings (selo criado por membros do Neurosis e Tribes of Neurot) é o quinto álbum de uma discografia composta por seis caóticos e intensos discos de estúdio, dois discos ao vivo e um punhado de EPs e singles lançados por diferentes selos, entre eles a Hydra Head Records, selo encabeçado por Aaron Turner, líder da banda de post-metal Isis.

Logo abaixo, no vídeo, você poderá conferir a banda executando ao vivo Stallkicker, quarta faixa de An Evil Heat, esta obra prima repleta de descomunal violência, demência e sexualidade.