Arquivo da categoria ‘Sludge’

FANGE “Poisse” 2014)

Publicado: 23 de abril de 2014 em Noise Rock, Sludge
Tags:, ,


fange

1.Grêle Molle 04:06
2.Cloches Fendues 04:52
3.Ammoniac 04:46
4.Suaire 08:07
5…. 02:15
6.Lucifour 05:46

Download / Buy / Facebook

Por Al Schenkel

Poisse é o primeiro rebento do trio de sludge metal/noise rock francês, FANGE. Lançado em 14 de abril deste ano via Cold Dark Matter Records, o EP de estréia conta com seis faixas e destila influências entre outros de nomes como Melvins, Eyehategod, Crowbar e NIHILIST/ENTOMBED.

O trio surgiu no final de 2013, em Rennes, capital administrativa da região da Bretanha e conta em sua formação com Baptiste Gautier-Lorenzo (bateria), Benjamin Moreau (guitarra) e Jean-Baptiste Lévêque (barulhos e vocal). Fange, em francês significa lama, e como descrito no bandcamp oficial da banda, sua sonoridade é uma experiência suja, massiva e ruidosa, e nada poderia simplificar e ser tão certeiro quanto à proposta sugerida em sua música: este reduto de distorções, feedbacks e crueza em uma estréia completamente corrosiva e desnorteante. 

a0924694453_10

01.God Arms the Patriot 02:04
02.Wound Instructions 02:40
03.Milk from Treason 02:48
04.Stringer 03:59
05.Replace Me with Fire 09:09
06.Bruxism 01:26
07.A Parade of Horribles 04:00
08.The Forgiveness Machine 10:56

Facebook / Download

Por Al Schenkel

Oriundos da eterna meca do grunge nos anos 90, Seattle, mas sem emular a sonoridade que popularizou a cidade, o trio de post-hardcore/math/noise/sludge, Great Falls, chega pela primeira vez ao blog para chutar traseiros e estourar tímpanos através de seu mais recente registro. O disco de oito canções lançado em 30 de setembro deste ano via Hell Comes Home Records, chama-se Accidents Grotesque e sucede o até então por mim desconhecido álbum Fonatanelle, de 2011.

Formada por Demian Johnston (Hemingway, Kiss It Goodbye, Playing Enemy), Shane Mehling (Playing Enemy) e Phil Petrocelli (Jesu, Black Noise Cannon), a banda entrega-nos em Accidents Grotesque um trabalho altamente cáustico, intenso, agressivo e dissonante, seguindo a mesma linhagem de bandas contemporâneas como Narrows e KEN Mode, além de carregar também semelhanças aos outros projetos citados aos quais o trio já integrou/integra.

Accidents Grotesque pode ser baixado através da página oficial da Hell Comes Home Records via bancamp e também adquirido em LP em uma edição limitada juntamente com uma t-shirt da banda. O álbum foi produzido por Jeff McNulty, sendo mixado e editado por Phil Petrocelli e masterizado por James Plotkin. A arte é assinada por Demian Johnston.

Throat “Manhole” (2013)

Publicado: 10 de julho de 2013 em Noise Rock, Sludge
Tags:,

cover

1.Gift Gas 02:25
2.Asbestos 04:46
3.Katoye 03:47
4.Holey 04:17
5.Soft White Walls 03:42
6.New Pest 03:49
7.Perfect Teeth 03:25
8.Euthanasia Coaster 04:45
9.Bad Heat 22:12

Download / Buy 

Por Al Schenkel

Em edição limitada de 550 cópias, os finlandeses da banda de noise rock/slugde Throat chegaram ao seu primeiro disco cheio em 1º de junho deste ano. Manhole foi lançado apenas em vinil e disponibilizado através dos selos At War with False Noise, Kaos Kontrol, Made in Kansas e Rejuvenation Records.

Formada em 2009 na cidade de Turku, a mais antiga da Finlândia, o Throat traz em seu debut nove canções repletas de distorção e peso, trazendo influências e assimilações de bandas como Shellac, Big Business, Jesus Lizard, Tad e praticamente de todo o catálogo da Amphetamine Reptile Records. Grande e barulhenta estréia!

As+High+as+the+Highest+Heavens+and+From+the+Center+TrueWidowAsHighAsTheHighest

01. Jakyl 5:50
02. Blooden Horse 7:05
03. N.H. 6:40
04. Skull Eyes 3:45
05. Wither 5:10
06. Boaz 7:22
07. Night Witches 3:16
08. Interlude 0:56
09. Doomseer 9:06

Download / BuyFacebook

Por Carlos André

True Widow consiste em um trio texano formado em 2007, cujos integrantes atendem pelas alcunhas de D.H., Nikki e Slim. Não muito depois de sua fundação, os cidadãos surgem ao mundo com um álbum auto-intitulado no fim de 2008, arrebatando tudo com uma mistura devastadora de Stoner Metal, Sludge, Shoegaze e Slowcore. Nomes como jesu, Pelican, Mogwai, Slowdive e, principalmente, o sempre infelizmente esquecido Codeine vem a mente conforme as suas músicas tomam seu rumo, ainda que a verdadeira viúva tenha uma identidade tão marcante a ponto de eliminar qualquer ambiguidade. Em meio a toda essa névoa densa e pegajosa, veio a tona o segundo trabalho, intitulado “As High as the Highest Heavens and From the Center to the Circumference of the Earth”. Nome pequeno e fácil de decorar, não acham? Nele, os norte-americanos refinam ainda mais sua verve sônica, nos trazendo um álbum delicioso para ser degustado em dias preguiçosos e vagarosos. Sem dúvidas, um dos projetos mais intensos e diferenciados na ativa atualmente, sendo não mais do que sua obrigação conferi-los e apreciá-los.

“True Widow, who grabbed those lackadaisical grunge breakdowns we didn’t even realize we missed, and drew them out in an epic swell of apathy and stoned whateverness”.

Kilslug “Answer The Call” (1996)

Publicado: 18 de setembro de 2012 em Noise Rock, Sludge
Tags:,

1. INTO A HOLE 3.23
2. HENDERSON RAG 0.56
3. DEATH SQUAD 4.22
4. OF CORPSE 1.48
5. DEMON BLUE 2.04
6. TART CART 3.31
7. RED DEVIL 3.20
8. MAKE IT RAIN 3.11
9. EASTER TIME 3.39
10. BRING BACK THE DEAD 4.40
11. BAD KARMA 1.50

Download:http://www.mediafire.com/?9b4xu43c8e8j6ib

Junte os riffs pesados de guitarra do ínício de carreira do Black Sabbath e adicione muita bebida + a causticidade noisy de bandas como Flipper e teremos o Kilslug, banda de sludge metal/noise rock lendária e obscura formada em Boston, no início da década de 80. Answer The Call até o dia de ontem era o único disco de estúdio da banda ao qual eu tinha notícias, fora “Bringing Back The Dead : 20 Year Reunion“, disco ao vivo e mais um punhado de EPs e singles.

Mas a boa notícia é o lançamento de “Sins, Tricks and Lies“, disponibilizado desde o dia 15 de junho deste ano através da Limited Appeal Records, porém em edição limitada de 275 unidades. E enquanto o disco novo não vaza fique como o debut clássico da banda lançado em 1986 e sua aula de paudurecência barulhenta e gratuita.